Política de Pesquisa de Segurança do Produto

Entregando Produtos Seguros e Eficazes para o Mercado Global

Saúde dos consumidores em todo o mundo, e ajudá-los a limpar e cuidar de suas casas e roupas, é a missão da Colgate-Palmolive Company. Nossos nomes de marcas reconhecidos mundialmente como Colgate, Palmolive, Ajax, Mennen, Protex, Suavitel e Soupline são usados por milhões de pessoas todos os dias em mais de 200 países ao redor do mundo.

A Colgate-Palmolive promete a todos os nossos consumidores que eles podem usar nossos produtos com segurança sabendo que esses produtos são seguros. Temos a responsabilidade de garantir que todos os produtos que vendemos tenham sido avaliados completamente tanto para o uso pretendido como para casos de uso indevido acidental. Nós também acreditamos que nossos consumidores esperam que a Colgate-Palmolive submeta seus produtos a rigorosas avaliações de segurança antes de trazê-los para o mercado.

Ao mesmo tempo, estamos empenhados em trabalhar para a eliminação dos testes de segurança laboratorial usando animais. De fato, em 1999, declaramos uma moratória voluntária em todos os testes em animais dos Produtos para Cuidados Pessoais adultos da Colgate e os ingredientes utilizados nesses produtos. (Veja a página para detalhes). Desde então, nosso compromisso com esta moratória continuou a gerar avanços significativos nessa área. Atualmente, mais de 99% dos pedidos internos de avaliações de segurança de nossos produtos são abordados usando bases de dados disponíveis e alternativas não animais. Nós também estamos comprometendo mais de um milhão de dólares anualmente para o desenvolvimento, validação e aceitação científica e regulatória de métodos alternativos não animais de pesquisa de segurança de produtos.

Nosso compromisso pessoal com o objetivo da Colgate-Palmolive de eliminar todos os testes em animais é mais forte do que nunca. Continuaremos nossos esforços inabaláveis para alcançar esse objetivo, nos mantendo firmes em nosso compromisso com os mais altos padrões de segurança de produtos para nossos consumidores.

Ian Cook

Presidente e Diretor Executivo

POLÍTICA DE PESQUISA DE SEGURANÇA DE PRODUTOS COLGATE-PALMOLIVE: O QUE VOCÊ PRECISA SABER

Estamos empenhados em trabalhar para a eliminação dos testes de segurança laboratorial usando animais.

Em 1999, declaramos uma moratória voluntária em todos os testes em animais de nossos Produtos para Cuidados Pessoais para adultos e os ingredientes utilizados nesses produtos. Esta moratória continua em vigor em todo o mundo.

Atualmente, mais de 99% dos pedidos internos de avaliação de segurança de nossos produtos são abordados usando bases de dados disponíveis e alternativas não animais.

O teste em animais é conduzido apenas quando especificamente exigido pelas agências regulatórias ou onde os métodos de teste alternativos não estão disponíveis para garantir a segurança de nossos produtos. Em casos tão limitados, os testes são realizados apenas em instalações de teste de contrato que atendam os padrões governamentais e os requisitos mais rigorosos estabelecidos pela Colgate com a contribuição de grupos de bem-estar animal.

Em uma base anual, comprometemos mais de um milhão de dólares em direção ao desenvolvimento, validação e aceitação científica e regulatória de métodos alternativos não animais de pesquisa em segurança de produtos.

Muitos dos próprios cientistas da Colgate estão ativamente envolvidos na pesquisa para desenvolver e utilizar métodos de teste não animais.

A presença global da Colgate nos oferece uma oportunidade única para ajudar a promover a aceitação de alternativas não animais por agências regulatórias em todo o mundo.

Estamos empenhados em responder abertamente aos problemas e questões relacionados à pesquisa em segurança de produtos e aos testes laboratoriais em animais e a compartilhar essas informações com todas as partes interessadas em contribuir para mais reduções no uso de animais.

NOSSA MORATÓRIA SOBRE TODOS OS TESTES ANIMAIS DE PRODUTOS DE CUIDADO PESSOAL ADULTO

Após um estudo minucioso de nossos especialistas em segurança, no início de 1999, a Colgate declarou uma moratória voluntária em todos os testes em animais dos Produtos de Cuidados Pessoais da Colgate projetados para adultos e os ingredientes utilizados nesses produtos. Os avanços nas alternativas de testes in vitro, juntamente com os dados de segurança disponíveis para os ingredientes regularmente utilizados nestes produtos, permitem instituir esta moratória enquanto ainda assegura a segurança de nossos consumidores e funcionários. Esta decisão afeta as seguintes categorias de produtos: desodorantes para as axilas; shampoos para cabelo; condicionadores de cabelo e finalizadores; fragrâncias masculinas e femininas; loções pós-barba; talcos masculinos e femininos; creme de barbear; sabão em barra; sabonetes líquidos e gel de banho. Os produtos classificados como medicamentos ou produtos farmacêuticos, os produtos sujeitos a requisitos regulatórios específicos e produtos destinados a aplicação ou uso oral, são excluídos desta moratória.

Acreditamos que esta moratória é um passo positivo. No entanto, é necessário manter a opção de usar testes em animais para esta categoria quando não podemos encontrar outros meios adequados para garantir a segurança de nossos consumidores e nossas pessoas.

Abordagem da Colgate-Palmolive para Garantir a Segurança dos Produtos para Nossos Consumidores ao Redor do Mundo

Na Colgate-Palmolive, a segurança de nossos consumidores é nossa primeira e maior preocupação. Nós fabricamos e vendemos uma ampla gama de produtos de consumo para cuidados bucais, cuidados pessoais e cuidados domiciliários que são vendidos em mais de 200 países ao redor do mundo. Acreditamos que a segurança desses produtos é uma obrigação ética. Nossa empresa está empenhada em garantir que os consumidores possam confiar nos produtos da Colgate por sua segurança, qualidade e desempenho superior, e que as pessoas da Colgate que fabricam esses produtos nunca são colocadas em risco.

COMO A COLGATE GARANTE QUE SEUS PRODUTOS SÃO SEGUROS?

Todos os produtos que fabricamos e vendemos são submetidos a rigorosas avaliações de segurança muito antes de chegarem à prateleira da loja. Desde o momento em que um produto inicia seu ciclo de desenvolvimento, todos os seus ingredientes, suas interações e seus efeitos, tanto para o uso pretendido quanto para o uso indevido acidental, são avaliados para garantir que o produto seja seguro. Depois de determinar se os ingredientes são seguros para uso em um produto Colgate, nossos cientistas então examinam tudo sobre o produto, incluindo sua eficácia e quaisquer efeitos adversos potenciais do uso. Com esse conhecimento, os cientistas também desenvolvem as instruções apropriadas para o uso encontrado no rótulo de um produto acabado.

Normas e Padrões Governamentais da Colgate

Antes de começar os testes, os cientistas da Colgate têm a responsabilidade de encontrar todas as informações sobre os ingredientes que eles estão considerando para inclusão em um produto. Eles também asseguram que os ingredientes atendam aos padrões de segurança estabelecidos internamente da nossa empresa. Nossos cientistas, em seguida, analisam todos os requisitos regulamentares para ter certeza de que o produto que estão formulando atende às diretrizes de conformidade do governo.

Os produtos que vendemos e os testes de segurança que conduzimos são altamente regulados por leis e agências governamentais em quase todos os países do mundo. Muitos dos nossos produtos são desenvolvidos para distribuição regional ou global. Se os padrões em um determinado país estão abaixo dos de Colgate-Palmolive, adotamos nossas diretrizes mais rígidas. Alternativamente, onde os padrões são diferentes - ou mais avaliações são solicitadas por um órgão governamental - a Colgate realiza os testes necessários para garantir a conformidade.

Nosso objetivo é atender a esses requisitos de segurança sempre que possível através da utilização de dados existentes ou testes que não colocam seres humanos ou animais em risco.

Atualmente, mais de 99% dos pedidos internos de avaliação de segurança de nossos produtos são abordados usando bases de dados disponíveis e alternativas não animais, evitando assim a necessidade de testar esses produtos acabados em animais. Infelizmente, no entanto, existem condições em que devemos testar. Existem regulamentações governamentais nos Estados Unidos e em muitos outros países que, como condição de venda, exigem especificamente testes em animais para estabelecer a prova de que um produto é seguro e para determinar as instruções de rotulagem. No entanto, quando a Colgate enfrenta esses requisitos regulamentares, sempre procuramos primeiro convencer a agência regulatória a aceitar uma abordagem que não exija animais. A Colgate alcançou uma série de sucessos através dessas discussões. Há também circunstâncias em que as demonstrações de segurança são necessárias, mas alternativas cientificamente reconhecidas para testes em animais ainda não existem. No entanto, nosso objetivo é buscar alternativas continuamente.

NOSSO USO DE MÉTODOS DE TESTE ALTERNATIVOS

Bases de Dados de Computador

Dados históricos extensos geralmente estão disponíveis para os pesquisadores da Colgate quando eles começam a avaliar a segurança dos ingredientes para inclusão em um novo produto. Nossos cientistas têm acesso a informações governamentais, de órgãos independentes, de empresas, de indústria e organizacionais, a partir de estudos já realizados utilizando testes de animais e não animais. Como resultado, em muitos casos, podemos evitar o teste novamente porque os dados já existem para provar a eficácia e segurança.

Avaliação In Vitro

Os testes in vitro envolve o uso de sistemas de teste de cultura celular ou cultura de tecidos. A Colgate desenvolveu ou forneceu suporte para o desenvolvimento de uma variedade dessas alternativas não animais e não humanas para avaliação de novos produtos. Por exemplo, os cientistas da Colgate desenvolveram uma boca artificial que simula a dinâmica da boca humana. Isso contribuiu para uma redução significativa em nossos testes com animais em ambientes laboratoriais. Além disso, empregamos modelos de cultura celular que podem prever os efeitos dos ingredientes em seres humanos sem a necessidade de testar em animais.

Testes Clínicos em Seres Humanos

Os testes em humanos são extremamente importantes para a pesquisa de segurança de produtos para os novos produtos da Colgate. Esses estudos ajudam os cientistas da Colgate a obter os conhecimentos necessários para proteger a saúde e a segurança humanas e aprender, por exemplo, exatamente como um creme dental se desempenha na boca ou como um sabonete se comporta na pele. Esses testes são rigorosamente regulados pelos padrões do governo e da indústria para garantir a segurança dos participantes.

NOSSAS POLÍTICAS QUE LIMITAM OS TESTES EM ANIMAIS

Muitas vezes, são identificados novos ingredientes e materiais promissores que oferecem importantes benefícios de saúde ou outros, que não foram avaliados para determinar sua segurança ou eficácia. Embora alguns métodos de testes não animais tenham demonstrado ser bem sucedidos na previsão de segurança, eles ainda não são completamente suficientes para garantir todos os aspectos da segurança do produto e, portanto, substituir todos os testes em organismos vivos. Além disso, muitos governos continuam a exigir informações de testes em animais antes que um produto possa ser introduzido. No Colgate, no entanto, testes em animais são realizados somente depois que todas as outras opções foram esgotadas. Antes de realizar testes com animais, garantias razoáveis também devem ser providenciadas para que novos conhecimentos científicos sejam obtidos para beneficiar a saúde e o bem-estar de seres humanos ou animais. Quando os testes em animais são realizados, eles sempre planejam envolver apenas o número mínimo de animais necessários para obter resultados cientificamente significativos ou para cumprir com as obrigações regulatórias. Todos os nossos testes em animais são realizados em laboratórios externos, mas sob supervisão da Colgate. Nenhum teste em animal é feito internamente. Os testes de laboratório de contrato são regidos por um conjunto rigoroso de diretrizes desenvolvidas pela Colgate, que cumprem ou excedem os padrões legislados. Insistimos que os procedimentos e práticas de teste sejam regidos pela mais alta consideração para os ideais humanitários, juntamente com o profissionalismo técnico. No que diz respeito ao manuseio e cuidado de animais, não é realizado nenhum procedimento que se possa esperar que inflige dores ou distúrbios indevidos. A anestesia é utilizada, quando apropriado, para garantir o conforto dos animais. A Colgate não usa, nem usará no futuro, o teste padrão de irritação ocular de Draize ou o teste de LD 50 Clássico, exceto nos casos em que a autoridade regulatória seja explicitamente solicitada. Mesmo nestes casos, nossa política é desafiar esse requisito e buscar acesso aos funcionários reguladores para apresentar meios alternativos para avaliar a segurança do produto.

NOSSO COMPROMISSO COM A PESQUISA E ACEITAÇÃO DE ALTERNATIVAS

Desde 1982, a Colgate realizou um amplo programa dedicado ao desenvolvimento de alternativas cientificamente aceitáveis e adequadamente validadas, que eliminarão a necessidade de requisitos governamentais para realizar pesquisas com animais. Nós nos esforçamos continuamente para promover, defender e participar de atividades que incentivem a validação independente e a aceitação desses novos métodos pelas agências regulatórias. Para tal efeito, a Colgate está trabalhando ativamente com uma grande variedade de organizações, incluindo associações industriais, governos e outras empresas que compartilham nosso objetivo de eliminar completamente os testes com animais.

A Colgate financia bolsas de pesquisa e ensino dedicadas especificamente à busca de alternativas e ao treinamento de cientistas no uso de métodos alternativos. Estas incluem bolsas de treinamento de estudantes e pós-doutorado, bem como financiamentos para apoiar programas de pesquisa científica voltados para o desenvolvimento e validação de novas alternativas não animais. Além disso, os executivos e cientistas da Colgate-Palmolive participam ativamente de uma série de iniciativas internacionais colaborativas para descobrir novos avanços científicos e obter aceitação regulatória de alternativas comprovadas. Acreditamos que nossa prática de compartilhar os resultados de nossa pesquisa alternativa com outras empresas de trabalho e agências governamentais é uma importante contribuição para ajudar outros a obter sucesso semelhante no uso de alternativas comprovadas.

NOSSO COMPROMISSO PARA DESAFIO DOS REQUISITOS GOVERNAMENTAIS DESNECESSÁRIOS

A presença global da Colgate nos oferece uma oportunidade única para ajudar a promover a aceitação de alternativas não animais por agências regulatórias em todo o mundo. Muitas agências de saúde e segurança no exterior persistem em exigir testes animais desnecessários ou inapropriados. Frequentemente, esses requisitos persistem porque os reguladores locais não têm consciência de alternativas ou informações atualizadas sobre sua validação. Em alguns casos, os reguladores podem ser persuadidos a aceitar os dados de segurança existentes preparados para outras autoridades, em vez de exigir novos testes em animais. Sempre que possível, trabalharemos com outras empresas e organizações para a eliminação desses requisitos de testes. A Colgate reconhece que nem sempre iremos persuadir os reguladores a aceitar garantias alternativas de segurança. No entanto, como parte do nosso compromisso com a eliminação de testes em animais, nossa política é levar alternativas cientificamente válidas à atenção dos reguladores e exortar sua aceitação.

NOSSO COMPROMISSO COM A UTILIZAÇÃO DE MECANISMOS DE TRIAGEM

Embora os métodos de teste alternativos aos animais ainda não tenham sido desenvolvidos para o estágio em que eles possam substituir completamente os testes em animais, existem situações nas quais a Colgate e outros usam esses testes para detectar novos materiais quanto à segurança e eficácia, o que contribui para reduções significativas no uso de animais. Além disso, quando uma série de opções de produtos ou ingredientes estão sendo consideradas, os testes de triagem alternativos podem ser usados para selecionar as opções mais seguras e efetivas para que, se forem necessários testes em animais, não precisam ser conduzidos em todas as opções, mas apenas nas mais promissoras. Em alguns casos, no entanto, os testes de triagem podem proporcionar um nível de conforto suficientemente alto para permitir-nos mover diretamente para os estudos clínicos de segurança humana sem realizar nenhum teste em animais.

NOSSA POLÍTICA DE ABERTURA

Estamos empenhados em responder abertamente às duvidas e questões relacionadas à pesquisa em segurança de produtos e testes de laboratório em animais, para compartilhar essas informações com todas as partes - indivíduos, organizações, outras empresas e agências governamentais - interessadas em contribuir para mais reduções no uso de animais, e particularmente com aquelas que compartilham nossos objetivos no desenvolvimento e implementação de testes alternativos efetivos e métodos de validação.